Instalando Joomla 3 no Ubuntu

Comecei mexer com Joomla 3 agora, e conforme estou aprendendo vou compartilhando minhas experiências. Nesse tutorial vou mostrar como inicia com Joomla 3, fazendo a instalação desde o download a criação do banco e poder visualizar o Back e o Front, tudo via terminal.

Primeiro passo – Baixe e descompacte o Joomla 3 na sua pasta de projetos.

Segundo passo – Crie o banco de dados via terminal:

mysql -u root -p -e "create database joomla"

Terceiro passo – Execute a via browser o local da instalação.

Rodando Netflix em HTML5 nativo no Ubuntu

Rodando Netflix em HTML5 nativo no Ubuntu

Para quem quiser rodar Netflix direto do navegador Chrome no Ubuntu esse método funciona uma beleza 🙂

1 –  Primeiro passo Para rodar Netflix HTML5 no Chrome execute esse código no terminal:

sudo add-apt-repository ppa:leonbo/nss
sudo apt-get update
sudo apt-get install libnss3 libnss3-1d libnss3-nssdb

Se seu sistemas for 64 bits execute no terminal:

sudo apt-get upgrade

2 – Segundo passo Netflix HTML5 precisa de Encrypted Media Extensions que está disponível apenas do Chrome versões Beta e Dev (ele não vai substituir o seu chrome já instalado), você pode baixar ele aqui.

 

3 – Terceiro passo Instale a extensão User-Agent Switcher por aqui no seu Google Chrome Dev ou Beta.

 

4 – Quarto passo Adicione esse novo “Agent” como customizável para alterar para ele quando entrar na Netflix, ou configure para mudar automaticamente detectando o domínio netflix.com:

Mozilla/5.0 (Windows NT 6.3, Win64, x64) AppleWebKit/537.36 (KHTML, like Gecko) Chrome/38.0.2114.2 Safari/537.36

 

Bug (letras pequenas x resolução) no Ubuntu

Bug (letras pequenas x resolução) no Ubuntu

Bug (letras pequenas x resolução) no Ubuntu

Olá, hoje me deparei com um bug no Ubuntu 14.04 com relação a resolução de tela e tamanho de fontes, mesmo procurando solução não achei então fusando sozinho achei como corrigir.

Eu sempre costumo diminuir a escala para 0.875 nas Configurações do sistema > Monitores, acredito que somente assim esse problema ocorra, e para corrigi-lo eu fui em Configurações de sistema > Acesso Universal ativei e desativei a opção Texto Grande.

Tutorial de como instalar Magento via SSH

Este artigo irá descrever algumas abordagens diferentes para instalar a última versão do Magento usando o shell de linha de comando via SSH. Nós vamos ver como instalar Magento com e sem dados de exemplo.

Usando SSH é a maneira mais fácil e rápida de instalar o Magento, especialmente quando você está tentando configurar uma loja com dados de amostra. Normalmente, isso requer que você baixe cerca de 45 MB no valor de dados e, em seguida, o re-envio para o seu site. Com SSH , podemos tirar proveito da conexão do servidor para pegar os arquivos necessários.

Última versão estável hoje do Magento é 1.9.1.1 (23,8 MB )

Instalando o Magento com o Full Download

Assim que esse código é colado no terminal ( ctrl+shift+v ) ele baixa o Magento compactado em tar.gz, logo em seguida descompacta e coloca as permissões corretas com chmod.

Cole no terminal:
wget http://www.magentocommerce.com/downloads/assets/1.9.1.1/magento-1.9.1.1.tar.gz
tar -zxvf magento-1.9.1.1.tar.gz
mv magento/* magento/.htaccess .
chmod -R o+w media var
chmod o+w app/etc

Instalando o Magento com o Downloader PEAR

Usando o downloader PEAR é uma forma conveniente para garantir que você instale a última versão do Magento, uma vez que fornece um mecanismo simples para instalar a última versão estável, que está disponível. É um download pequeno e é atualizado com menos freqüência do que o pacote completo Magento.

Cole no terminal:
wget http://www.magentocommerce.com/downloads/assets/1.9.1.0/magento-downloader-1.9.1.0.tar.gz
tar -zxvf magento-downloader-1.9.1.0.tar.gz
rm -rf magento-downloader-1.9.1.0.tar.gz

Logo em seguida acesse http://www.sualoja.com/downloader.php em seu navegador.


Instalando o Magento com o Full Download & Dados de Amostra

Instalando o Magento com dados da amostra é útil se você quiser se familiarizar com Magento e ver como categorias e produtos são criados. Isso é quase o mesmo que acima,Você só terá que substituir os valores DBHOST, DBUSER, DBPASS e DBNAME.
wget http://www.magentocommerce.com/downloads/assets/1.9.1.1/magento-1.9.1.1.tar.gz
tar -zxvf magento-1.9.1.1.tar.gz
wget http://www.magentocommerce.com/downloads/assets/1.9.0.0/magento-sample-data-1.9.0.0.tar.gz
tar -zxvf magento-sample-data-1.9.0.0.tar.gz
mv magento-sample-data-1.9.0.0/media/* magento/media/
mv magento-sample-data-1.9.0.0/magento_sample_data_for_1.9.0.0.sql magento/data.sql
mv magento/* magento/.htaccess* .
chmod -R o+w media var
mysql -h DBHOST -u DBUSER -pDBPASS DBNAME < data.sql
chmod o+w var var/.htaccess app/etc
rm -rf magento/ magento-sample-data-1.9.0.0/ magento-1.9.0.0.tar.gz magento-sample-data-1.9.0.0.tar.gz data.sql

PhpStorm 8

Como instalar PhpStorm no Ubuntu

PS: “Após instalar você deve gerar o link de atalho através do menu do PHPStorm (Tools > Create Shortcut)”

Olá, simplificando o processo de instalação dessa fantástica IDE o PhpStorm agora está disponível no SimpleSH. Sempre tinha que ficar caçando o código de instalação Java JDK e anotando os comandos de instalação para a próxima vez, agora seus problemas acabaram. Basta copiar e colar no terminal:

cd ~/Downloads ;
rm -rf simplesh-master/;
wget -qO- -O simplesh.zip https://github.com/rafaelstz/simplesh/archive/master.zip ;
unzip simplesh.zip && rm simplesh.zip;
cd simplesh-master/ ; clear;
bash simple.sh;

Depois escreva “phpstorm.sh” e seja feliz 🙂 .

Popcorn-Time Instalando no Ubuntu

Como instalar e rodar PopCorn Time no Ubuntu

Olá, nesse vídeo mostrei como eu faço a instalação do PopCorn Time de maneira muito simples pelo SimpleSH.

1° – Entre nesse link SimpleSH.

2° – Copie o código na descrição, cole e execute ele no seu terminal.

3° – Escreva popcorn.sh e pronto! \u/

Como personalizo meu Ubuntu depois de formatar

Olá, quando fiz esse vídeo tinha acabado de fazer um upgrade no meu micro trocando memória e HD, então tive que formatar. Tive a idéia de gravar meus primeiros passos, desde a personalização de meu Ubuntu pois há funções de aparência que não são muito exploradas pelos usuários e também para mostrar o quanto é fácil a instalação de programas com o SimpleSH.